Dieta Pegana: Saiba o que é e como fazer!

Dieta Pegana: Saiba o que é e como fazer!

Você pode estar se perguntando o que é Dieta Pegana.

E eu lhe digo que ela promete ser uma tendência no mundo das dietas.

No entanto essa dieta ainda não se popularizou aqui no Brasil e pouca gente a conhece.

Mas por conta do livro ‘Comida: Que Diabos eu Deveria Comer’ publicado por ‘Mark Hyman’ no começo do ano de 2018 nos EUA o termo ‘Dieta Pegana’ ganhou uma força gigantesca.

E no início de 2019 a tendência parece ter vindo para o Brasil.

Mark Hyman

Dieta Pegana - Mark-Hyman
Dieta Pegana – Mark-Hyman

O Dr. Hyman É um dos principais médicos de medicina funcional dos EUA.

Em seu livro ‘Comida: ‘Que Diabos eu Deveria Comer’ ele pega a complicada vida de uma alimentação saudável e a torna simples.

Mark Hyman analisa toda ciência mais recente para poder superar esse confuso mundo das Dietas e como resultado nos diz exatamente o que é bom para o nosso corpo.

Em uma de suas analises ele chegou a conclusão que a maneira mais saudável de se alimentar é extrair o melhor das dietas Paleo e Vegana.

Nasce então a Dieta Pegana.

Entendendo Um Pouco Sobre as Dietas Paleo e Vegana

As duas dietas são extremamente populares, mas cada uma com suas peculiaridades.

Porém ambas têm um ponto forte em comum, elas se fortalecem na mesma base: comida real e completa.

As dietas Paleo e Vegana se concentram em alimentos que não aumentam açúcar no sangue, como frutas, proteínas, gorduras saudáveis e nadinha de lixo!

Abaixo irei explicar um pouco sobre cada uma e suas características que a diferenciam uma da outra.

Paleo

Dieta Paleo
Dieta Paleo

Esta dieta é baseada em comer alimentos semelhantes aos do período paleolítico.

Nesta época ainda não havia surgido a agricultura, cerca de 10 mil anos atrás.

Então não existia açúcares (a não ser do mel e das frutas), grãos, laticínios, feijão, leguminosas.

Mas nesse período havia peixes, legumes, sementes e nozes, algumas raízes de aboboras e amido, frutas (não muito), e carnes não industrial.

Parece uma Dieta um tanto quanto radical, mas na verdade é muito saudável.

Certamente neste momento atual onde as pessoas estão consumindo industrializados e açucarados descontroladamente a saúde só agradece.

Vegana

Dieta Vegana
Dieta Vegana

Para alguns muito mais que uma simples dieta, mas sim um estilo de vida.

Enquanto os vegetarianos excluem carnes dos seus cardápios, os Veganos também excluem todo alimento de origem animal.

Muitos aderem este estilo de vida porque não concordam com a exploração que os animais sofrem no processo de produção de carnes, leites ovos e etc.

Mas claro que a dieta Vegana vai muito além disso.

Pois estes tipos de alimentos junto aos industrializados contém uma grande porcentagem de substâncias tóxicas.

A intenção dessas substâncias é aumentar a durabilidade do alimento e realçar o sabor entre muitas outras funções.

No entanto essas substâncias podem ser muito prejudiciais à saúde.

Então retirar esses alimentos do cardápio pode ser um grande benefício.

A Dieta Pegana

Dieta Pegana
Dieta Pegana

Apesar do seu nome e origem a Dieta Pegana tem suas próprias diretrizes, mas com menos restrições que a Paleo ou a Vegana.

Ela combina princípios básicos de cada uma das duas dietas.

Dieta Pegana se baseia em equilibrar o açúcar no sangue e reduzir a inflamação, e como resultado proporcionar uma saúde ideal.

O Dr. Mark Hyman integrou os princípios anti-inflamatórios e de desintoxicação da medicina funcional e assim criou um plano de alimentação inclusivo e equilibrado.

A dieta é recomentada ser feita a longo prazo e indefinidamente, nada de fazer por uns dias e parar, pois, os resultados não virão.

O recomendado é que depois que seu corpo seja ‘reiniciado’ você continue a se alimentar desta forma.

O Que Consumir?

Os grandes astros dessa dieta são alimentos integrais e alimentos que passaram por nenhum ou muito pouco processamento até chegar ao seu prato.

A Dieta Pegana detém 75% para ingestão de vegetais e frutas, 
assim se tornando a fonte primaria de alimentos.

Por outro lado, 25% restantes são de proteínas de origem animal.

Mas a origem destas proteínas deve ser observada antes de colocar em seu prato.

Porque não se deve consumir carnes ou ovos cultivados com rações.

Ao invés disso de preferencia a carne de animais e ovos que são criados livremente e alimentados com alimentos não industrializados.

Como fazer a Dieta Pegana

Como Fazer a Dieta Pegana
Como Fazer a Dieta Pegana

Açúcar Não!

A Dieta propõe equilibrar o açúcar no sangue, então deve-se evitar qualquer coisa que possa causar pico na produção de insulina.

Açúcar, farinhas e carboidratos refinados devem ser pensados como um presente, mas que você ganha somente de vez em quando.

Ou seja, é algo que devemos comer com muita moderação.

Legumes Sim!

Como já citei os legumes são uma das bases dessa dieta, então não se intimide em abusar desses alimentos.

Quanto mais viva a cor do vegetal melhor, mas não se esqueça da variedade, quanto mais variedade = mais saudável.

As Frutas

As frutas em geral são muito mais saudáveis que a maioria dos alimentos.

Mas há frutas apresentam um alto teor de açúcar, que no fim das contas não parece ser um bom negócio.

O interessante é escolher frutas com baixo teor glicêmico e eventualmente se deliciar com as outras.

Não aos Pesticidas, Alimentos Transgênicos e Afins

Aqui não há muito o que explicar, de preferencia a alimentos cultivados organicamente.

Ou seja, a Dieta Pegana não curti conservantes, adoçantes artificiais, aditivos, corantes ou quaisquer produto químico.

Gordura Saudável

A gordura a ser consumida deve ser de fontes especificas como:

banner dieta Dieta Pegana

  • Coco: óleo de coco não refinado;
  • Azeitonas e Abacates: Azeites de abacate e oliva prensado a frio;
  • Nozes: menos amendoim
  • Sementes: menos óleos de sementes processadas;
  • Ômega 3: Especialmente aqueles de peixes Cultivado de forma sustentável.
  • Chia: também uma ótima fonte de Ômega 3

Outros alimentos que contribuem com o teor de gordura são carnes e ovos inteiros, mas criados em pasto.

Cuidado Com a Maioria Dos Óleos De Semente, Nozes e Vegetais

Dentre outros inclui: milho, canola, girassol e principalmente o famoso óleo de soja.

Este por sua vez representa 10% de nossas calorias, no entanto para temperaturas altas o óleo de abacate é uma ótima alternativa.

Laticínios

Os laticínios são desencorajados pela Dieta Pegana, é recomendado limitar ou até mesmo evitar o consumo.

Pode-se abrir exceção para iogurtes, kefir, manteiga e até mesmo queijos, mas como sempre, com vacas alimentadas com capim.

De preferência a produtos de cabras ou ovelhas ao invés dos de vaca.

Alimento de Origem Animal é Um Acompanhamento

Como vimos antes alimentos de origem animal representa cerca de 25% do seu cardápio.

Como resultado o centro das atenções em seu prato deve ser os legumes, a carne e alimentos de origem animal um complemento.

Peixes

Dieta-de-21-Dieta Pegana

Aqui a preferência é para peixes com baixo teor de mercúrio e baixa toxina, como sardinha, anchova e salmão capturados em mares e rios.

Todos com alto teor de Ômega 3 e baixo teor de mercúrio.

Glúten Não!

Coma trigo apenas se não for sensível a glúten, mas mesmo assim somente ocasionalmente.

O Dr. Alessio Fasano, de Harvard (maior especialista de glúten do mundo) revelou uma pesquisa onde se entende que o glúten danifica o intestino.

Grãos Integrais, Sem Glúten e Com Moderação

Não é uma restrição, mas sim uma moderação na ingestão desses alimentos.

Os grãos podem aumentar os níveis de açúcar no sangue e 
Dessa forma desencadear autoimunidade.

A chave é ingerir pequenas porções (1/2 xícara por refeição) é aceitavel.

Outro ponto importante escolher grãos com baixo teor glicêmico como quinoa, arroz preto, amaranto entre outros.

Ocasionalmente Feijão

A princípio pode-se ingerir até 1 xícara por dia que está tudo bem.

De fato o feijão é uma ótima fonte de fibras, proteínas e minerais, mas para alguns fatores digestivos pode ser um problema.

As letctinas fitatos que ele contêm podem prejudicar a absorção de minerais.

Mas há uma saída, substituir o feijão por Lentilha.

Vantagens em Aderir a Dieta Pegana

Benefícios da Dieta Pegana
Benefícios da Dieta Pegana
  • Reduz a inflamação e equilibra os níveis de açúcar no sangue;
  • Alimentação base em vegetais e frutas;
  • Enfatiza gorduras saudáveis e insaturadas;
  • Impacto positivo na saúde do coração;
  • Adere a produtos integrais e contêm poucos alimentos ultra processados;
  • Encoraja os alimentos de origem animal (criados livremente);
  • É menos restritiva que a dieta Paleo ou a Vegana;

Mas como sempre deixo em ênfase que se for começar qualquer dieta, se informe com um especialista na área, pois alimentação é um fator muito sério em nossas vidas.

Mas e aí, curtiu o artigo? Já conhecia a Dieta Pegana que vem ganhando espaço no mundo?

Deixe seu comentário e diga o que achou, a Dieta Pegana faz seu estilo?

É muito importante saber a sua opinião, afinal todo conteúdo é feito para você!

Já baixou seu Diário de Dieta? Não? O que esta esperando,
Clique Aqui ← e Saiba Mais!

Deixe uma resposta